Buscar
  • henriquecorreia196

Quem entra pelas marinas também passa a apresentar testes


Alteração da resolução de calamidade que termina a 30 de setembro.



O Governo Regional procedeu, hoje, à alteração da resolução que declara a situação de calamidade até 30 de setembro, sendo que o ajustamento tem a ver com os viajantes que chegam pelas marinas da Região e que devem, também, apresentar certificados comprovativos de teste.

Assim, onde se lê "Apresentar comprovativo da realização de teste TRAg de despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo, desde que

realizado no período máximo de 48 horas

anteriores ao desembarque, para o viajante

que desembarque nos portos da Região

Autónoma da Madeira, exceto se estiver na

posse de teste PCR realizado no período

máximo de 72 horas anteriores ao

desembarque", deve ler-se "Apresentar comprovativo da realização de

teste TRAg de despiste da infeção por SARS-CoV-2 com resultado negativo, desde que realizado no período máximo de 48 horas anteriores ao desembarque, para o viajante que desembarque nos portos e marinas da Região Autónoma da Madeira, exceto se estiver na posse de teste PCR realizado no período máximo de 72 horas anteriores ao desembarque".



3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo