Buscar
  • Henrique Correia

Querem ir à discoteca? Vacinem-se; esta é a mensagem do Governo



Desta vez, Pedro Ramos não se compromete com datas para os 85% de vacinação completa na Região, percentagem já atingida pelos concelhos de Porto Santo, Porto Moniz, São Vicente e Santana.



O Governo Regional já decidiu, está decidido. As discotecas vão abrir, mas para abrir será bem mais facildo que para entrar, sobretudo se atendermos às restrições impostas para o acesso tendo em conta que a esmagadora maioria dos candidatos a essa frequência situa-se na faixa etária mais renitente quanto à vacinação, uns não foram à segunda dose, outros nem foram. E agora?

Agora, o Governo foi ao encontro do setor que mais sofreu com a pandemia, o das discotecas, mas quer dar uma mensagem clara aos jovens. Ou estão vacinados e recuperados e entram, ou então ficam à porta. Pode ser que muitos mudem de ideia e permitam à Região atingir mais rápido os 85% de vacinação completa.

Para já, a partir desta sexta há medidas para aligeirar restrições, mas sempre com um alerta de que a responsabilidade proteção cabe a cada um e apesar de não ser obrigatório o uso da máscara no exterior, a verdade é que ainda não é tempo para dar espaço tital ao vírus.

O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, disse à RTP-M esperar que a obrigatoriedade da vacinação para entrar nas discotecas faça aumentar o número de pessoas vacinadas na Região. Admite ser essa a mensagem.

Desta vez, Pedro Ramos não aponta datas para os 85% de vacinação completa na Região, percentagem já atingida pelos concelhos de Porto Santo, Porto Moniz, São Vicente e Santana.













5 visualizações

Posts recentes

Ver tudo