Buscar
  • Henrique Correia

Rafaela faz apelo às famílias para irem buscar os doentes com alta; há 70 à espera


Presidente do SESARAM diz que "não é possível resolver o problema dessas pessoas num hospital ou em lares




O Serviço de Saúde da Região dá conta de 70 doentes internados e que já tiveram alta, as chamadas altas problemáticas. Até final de novembro, o SESARAM precisa de desocupar metade.

A presidente do conselho de administração do SESARAM, Rafaela Fernandes disse à RTP-M e à Antena Um Madeira que "não é possivel resolver o problema dessas pessoas num hospital ou em lares. Por isso, pedimos às famílias para levarem os doentes para casa e para isso disponibilizamos apoio domiciliário, numa primeira fase, além de uma bolsa de cuidadores, até que o processo seja desencadeado na Segurança Social.


14 visualizações