Buscar
  • Henrique Correia

Raimundo alerta para árvores no Largo da Achada; vereador diz que há igual em Londres


Raimundo Quintal para Fiipe Sousa: "Por favor mande imediatamente fazer caldeiras em torno dos troncos". Jaime Silva: "Dizem que toda a população de Londres se revoltou com a forma como estas árvores estão".



Árvore no Largo da Achada, Camacha. Facebook Jaime Silva.


Árvore em Londres. Facebook Jaime Silva.


Árvore no Largo da Achada. Facebokk Raimundo Quintal.


O professor, investigador e especialista em questões ambientais Raimundo Quintal deixou recentemente, na sua página do Facebook, uma observação e uma interrogação acerca das árvores colocadas no renovado Largo da Achada, na Camacha, uma intervenção da Câmara de Santa Cruz. "Que mal fizeram as árvores do Largo da Achada?"

Dirigindo-se ao presidente da Autarquia, Filipe Sousa, Raimundo Quintal escreve, fazendo acompanhar o escrito com várias imagens: "Por favor mande imediatamente fazer caldeiras em torno dos troncos das árvores e dos arbustos do Largo da Achada. As plantas são seres vivos e não podem continuar sujeitas a barbaridades como as visíveis nas fotografias".

Pois bem, sem expressar, por escrito, qualquer resposta ao antigo responsável pelo pelouro do Ambiente na Câmara do Funchal, o vereador Jaime Silva decidiu ironizar com a observação, recorrendo a uma imagem obtida em Londres, onde se vê precisamente uma árvore nas mesmas condições, o que por si só pode querer dizer muito ou pouco e até pode querer dizer a má opção tomada em Londres, situação naturalmente sujeita a pareceres técnicos sustentados para uma avaliação correta.

Jaime Silva escreve, com duas imagens, uma do Largo da Achada, outra em Londres: "Descubra as diferenças!

Só vou referir uma: a primeira é no Largo da Achada, na Camacha, a segunda é em Londres!

Dizem que toda a população de Londres se revoltou com a forma como estas árvores estão!!

Até o Big-Ben oscilou, o relógio atrasou e os sinos tocaram durante 3 dias de luto nacional!"

10 visualizações