Buscar
  • Henrique Correia

Recolher obrigatório reavaliado a 25; Albuquerque recusa precipitação


O presidente do Governo compreende a ansiedade dos empresários da restauração, mas não vai pelo caminho da precipitação



Albuquerque decidiu, está decidido. O recolher obrigatório vai manter-se até 26 de abril e a reavaliação sobre o que será daí para a frente, tem data marcada: 25 de abril, altura em que se completam dois períodos de incubação desde a reabertura total das aulas presenciais, no passado dia 12 de abril.

O presidente do Governo compreende a ansiedade dos empresários da restauração, que já pensavam num aligeirar de medidas neste momento, mas diz que não vai tomar medidas precipitadas em nome de interesses setoriais. Insiste que "é preciso reavaliar o impacto de termos 58 mil pessoas em circulação com a retoma presencial do ensino, já foram testados 17.387 alunos e só 11 deram positivo, já foram vacinados 9.222 docentes, e precisamos avaliar depois de dois períodos de incubação, de 7 dias, o que perfaz 25 de abril".


7 visualizações