top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Roberto Almada: inadmissível o Porto Santo ficar sem barco em janeiro



Aa ligações aéreas entre as duas Ilhas, deveriam ser asseguradas pela transportadora aérea nacional.




O candidato do BE às regionais de 26 de maio, Roberto Almada, foi ao Porto Santo apontar a luta do Bloco "pelo cumprimento do contrato de concessão da linha marítima entre a Madeira e o Porto Santo que obriga o concessionário a repor uma embarcação no mês de Janeiro, quando o Lobo Marinho segue para manutenção".

"É inadmissível que em Janeiro o Porto Santo fique isolado, várias vezes, do exterior, porque o contrato de concessão não é cumprido com claro prejuízo das pessoas", frisou Roberto Almada. De igual forma, o candidato bloquista recordou as intervenções no Parlamento Regional "onde o BE sempre defendeu que as ligações aéreas entre as duas Ilhas, deveriam ser asseguradas pela transportadora aérea nacional, de forma permanente, sem as prorrogações dos contratos que só têm prejudicado os portossantenses.

Roberto Almada exemplifica a defesa que o BE sempre fez dos direitos dos portossantenses ao dizer que "quando, há 20 anos, propusemos a construção de um mini-hospital nesta Ilha fomos apelidados de 'malucos' mas agora, duas décadas volvidas, o governo avança com a construção de uma Unidade Local de Saúde, com caraterísticas hospitalares, o que já vem com muito atraso". O candidato criticou ainda o facto de estar prevista a ampliação do campo de golfe, numa Ilha "onde a água é escassa na torneira das pessoas mas que terá que existir para garantir a rega do campo de golfe".

1 visualização

Comments


bottom of page