top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Rodrigues "abriu o livro": Governo é bom e "Câmara tem "equipa fantástica"



O presidente da Assembleia Regional, do CDS, referia-se à Cultura no âmbito da visita à Feira do Livro. Mas os elogios, bem "rasgados", não passaram ao lado de muito PSD.




A Cultura será o tema central do debate mensal com o Governo no Parlamento Regional. A decisão foi hoje, mas nem de propósito o lider da Assembleia foi recentemente à Feira do Livro tecer rasgados elogios às políticas do Governo e da Câmara Municipal para o setor. O Governo não estava representado para ouvir José Manuel Rodrigues, mas Pedro Calado estava e ouviu bem estas declarações que "abriram o livro" dos elogios. E foram de tal ordem que alguns PSD deixou escapar uma reação de conteúdo político.

José Manuel Rodrigues começou por elogiar a aposta "incisiva na cultura", por parte do executivo da Câmara Municipal do Funchal, cuja "dinâmica cultural" tem contribuído para "democratizar a cultura", em várias frentes, afirmou, sublinhando que esta dinâmica cultural, desenvolvida por "uma equipa fantástica", liderada pelo atual Presidente da autarquia, Pedro Calado, constitui um marco que deve ser reconhecido. "Somos, hoje, uma cidade que respira cultura, e isso deve-se a si, Senhor Presidente da Câmara do Funchal, e à sua equipa fantástica", disse, sem esquecer de felicitar o Governo Regional, "pelo impulso que tem dado à cultura da Madeira, quer através da dinamização da Biblioteca e do Arquivo Regional, com novas edições e iniciativas culturais, quer com a criação de novos museus na Madeira e no Porto Santo, bem como através da recuperação do património, de que são bons exemplos a Sé do Funchal e o Convento de Santa Clara, e ainda através do apoio que tem dado às indústrias culturais", refere uma nota do gabinete de comunicação do Parlamento.

"O líder do primeiro órgão de Governo da Região fez questão de vincar que a Feira do Livro é um projeto que não se esgota na apresentação de novas edições, uma vez que, usando a literatura como mote, convoca para o espaço público diversas linguagens artísticas, consubstanciando-se, assim, numa iniciativa de grande completude artístico-cultural, digna de saudar".

11 visualizações

Comments


bottom of page