Buscar
  • Henrique Correia

Rui Fontes disponível para voltar a ser presidente do Marítimo


Carlos Pereira já anunciou que fará novo mandato, talvez o último, para resolver os casos jurídicos e preparar a "sucessão".




Rui Fontes já foi presidente do Marítimo, e está disponível para ir a votos se conseguir uma equipa capaz de merecer a confiança dos sócios contra Carlos Pereira, o atual presidente que já anunciou estar pronto para mais um mandato e para preparar a sucessão, o que dito desta forma poderá até parecer que a vontade dos sócios conta pouco face à preparação de um sucessor.

Mas hoje, dia do 111º aniversário do Marítimo, Rui Fontes revelou, no programa Prolongamento, da RTP Madeira, que estará na disponibilidade de concorrer contra Carlos Pereira, deixando assim em aberto a possibilidade do clube ter umas eleições com listas alternativas. Tem um grupo de apoio, está a estudar a situação e se conseguir reunir gente capaz, jovem, avança. "Da maneira como o clube está, não é difícil concorrer contra Carlos Pereira. O que é preciso é contar com os sócios".

Rui Fontes liderou o Marítimo entre 1988 e 1997, sendo substituído precisamente por Carlos Pereira.

Foi nos mandatos de Fontes que o clube atingiu, pela primeira vez na sua história, as competições europeias, na época 1993/94. Foi então eliminado pelo Antuérpia.

Rui Fontes diz que o futebol, para si, não é passado, será sempre futuro. Confirma, à RTP-M, que pode vir a ser candidato em função do facto de o Marítimo estar a definhar. A forma como o Marítimo está a ser conduzido afasta os sócios".


10 visualizações