Buscar
  • Henrique Correia

Rui Fontes formaliza queixa contra lista de Carlos Pereira e repudia insinuações


Fontes ironiza: "Felizmente que o Marítimo tem um Presidente com astúcia suficiente para encontrar, no mercado livre, as propostas mais competitivas e com orçamentos mais baixos, mesmo que essas propostas tenham, amiúde, origem nas empresas que actuam na órbita do Club Sport Marítimo. As suas, as de Carlos Pereira. De facto, muito mais que um clube".




A lista A candidata às eleições no Marítimo, liderada por Rui Fontes, formalizou, junto do presidente da Assembleia Geral, uma queixa contra a lista B de Carlos Pereira na sequência de "manobras de bastidores muito pouco abonatórias para o prestígio do Club Sport Marítimo".

Refere que "como quase todas as manobras de bastidores, são obscuras, furtivas e atentam contra princípios que têm de nortear o processo eleitoral que decorre no Club Sport Marítimo. As suspeitas foram devidamente encaminhadas para o Presidente da Assembleia Geral do Club Sport Marítimo, com o conhecimento da comissão criada para fiscalizar todas as dinâmicas eleitorais".

A lista A, em conformidade com a queixa apresentada, reafirma que "os órgãos sociais do Club Sport Marítimo não podem patrocinar a regularização de quotas dos nossos sócios. Um processo eleitoral exemplar, como o que se deseja, jamais poderá ser transformado numa acção de compra e venda. A regularização de quotas – que também exprime o desejo de participar no acto eleitoral – deverá depender, exclusivamente, de cada sócio e nunca – mas nunca – numa espécie de “campanha promocional a fundo perdido” para alguns escolhidos. Todos os sócios do Club Sport Marítimo merecem respeito, independentemente da antiguidade, linhagem ou inclinação para a lista A ou B".

A Lista A anuncia que, "em caso de vitória a 22 de Outubro, iniciará diligências com o intuito de rastrear todo o processo de regularização de quotas desde que a candidatura liderada por Rui Fontes foi anunciada, a 30 de Setembro".

Num outro comunicado, rebatendo insinuações de Carlos Pereira relativamente à prestação de serviços ao clube por parte da irmã e do cunhado de Rui Fontes, este "lamenta e repudia as declarações do candidato da lista B quando, na formalização da candidatura “Carlos Pereira – muito mais que um Clube”, lançou insinuações sobre serviços prestados ao Club Sport Marítimo por familiares do candidato Rui Fontes. Os serviços prestados, devidamente contratualizados numa lógica de mercado livre, jamais tiveram a influência de Rui Fontes, o qual nunca foi parte envolvida – ou beneficiada – nos negócios entre o Club Sport Marítimo e as entidades que se tornaram, agora, alvo do candidato que se assume como “mais do que um clube”. A lista A estranha que, ao fim de 24 anos, o actual Presidente do Club Sport Marítimo aluda a eventuais “incompatibilidades” poucos dias depois de o próprio, no programa “Prolongamento”, assumir que as suas empresas prestam serviços ao Club Sport Marítimo. Felizmente que o Club Sport Marítimo tem um Presidente com astúcia suficiente para encontrar, no mercado livre, as propostas mais competitivas e com orçamentos mais baixos, mesmo que essas propostas tenham, amiúde, origem nas empresas que actuam na órbita do Club Sport Marítimo. As suas, as de Carlos Pereira. De facto, muito mais que um clube".



23 visualizações