top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Sérgio Gonçalves condena a postura elitista e a sobranceria de Albuquerque




"Vemos um Governo Regional que continua a recusar-se a baixar impostos só para amealhar receita fiscal à custa do suor dos madeirenses".





Sérgio Gonçalves quer fazer da Madeira uma Região que seja sinónimo de mais prosperidade e igualdade de oportunidades para todos, contrariando o empobrecimento a que o Governo Regional do PSD tem condenado muitas famílias madeirenses.

O presidente do PS-Madeira condena a postura elitista e a sobranceria do ainda líder do Executivo, que opta por não implementar medidas para atenuar as dificuldades em que vivem muitos madeirenses, quando tem meios para tal ao seu dispor.

O candidato às eleições legislativas regionais do próximo dia 24 aponta o facto de a Madeira ser a região com os rendimentos mais baixos e com uma das mais elevadas taxas de risco de pobreza e exclusão social do país, situação que tem vindo a agravar-se com o aumento do custo de vida e que coexiste com as cada vez maiores dificuldades de acesso dos jovens e da classe média à habitação, tendo em conta os preços proibitivos do mercado imobiliário.

Enquanto isto acontece, critica Sérgio Gonçalves, “vemos um Governo Regional que continua a recusar-se a baixar impostos só para amealhar receita fiscal à custa do suor dos madeirenses”, fazendo aumentar, a cada dia que passa, o fosso entre ricos e pobres. “Este regime está a criar madeirenses de primeira e madeirenses de segunda e isso é inconcebível”, denuncia.

6 visualizações

Comentários


bottom of page