top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Sargaço "invade" Porto Moniz e Porto Santo




Desde agosto do ano passado, que conservadores do Museu de História Natural do Funchal têm vindo a registar “a presença atípica de grandes quantidades de sargaço pelágico nas águas da Madeira”.






A Administração de Portos revelou hoje que o "sargaço que invadiu novamente, o espelho de água junto ao cais do Porto Moniz, foi esta tarde combatido por uma equipa da APRAM, com a colaboração do SANAS e da Câmara Municipal do Porto Moniz".

A APRAM já recolheu naquele porto de abrigo perto de 15 m3 de sargaço, nas operações de limpeza que efetuou a 02 de março e hoje, 18 de abril.

Também na ilha de Porto Santo, a APRAM retirou a 08 de janeiro e 13 de março, um total de 20 m3 de sargaço e até no Funchal foi recolhido um volume residual de 03 m3, na zona do Cais de Recreio do Porto do Funchal.

O sargaço é uma alga castanha que flutua e cresce aceleradamente.

Dentro do mar, o sargaço alimenta e abriga várias espécies marinhas, mas quando chega em grandes quantidades à costa, torna-se um problema.

Desde agosto do ano passado, que conservadores do Museu de História Natural do Funchal têm vindo a registar “a presença atípica de grandes quantidades de sargaço pelágico nas águas da Madeira”, uma investigação que já levou à elaboração de um artigo para um jornal cientifico.


20 visualizações

Comments


bottom of page