Buscar
  • Henrique Correia

Seis propostas para as escavações do novo Hospital Central da Madeira

Socicorreia, Afavias, Etermar, Sacyr Somague, Tecnovia e Alexandre Barbosa na "corrida"


Entraram seis propostas concorrentes à primeira fase da obra do ‘Hospital Central da Madeira - Escavação e contenções periféricas’, com o valor base de 28.000.000,00€ (+ IVA) e um prazo de execução de 15 meses. A 24 de setembro de 2020 o Governo Regional da Madeira tinha procedido ao lançamento do concurso e oontem terminou o prazo para apresentação de propostas.

As seis propostas foram apresentadas pelos seguintes concorrentes, que totalizam 10 empresas de construção civil e obras públicas:

• Socicorreia – Engenharia, S.A.;

• Alexandre Barbosa Borges, S.A.;

• Sacyr Somague, S.A.;

• Afavias – Engenharia e Construções, S.A.;

• ETERMAR – Engenharia e Construção S.A. / Constructora San José, S.A. / HCI – Construções S.A. / Alves Ribeiro, S.A.;

• Tecnovia Madeira, Sociedade de Empreitadas S.A. / Teixeira Duarte – Engenharia e Construções, S.A.


Uma nota da secretaria regional dos Equipamentos e Infraestruturas revela que "conforme previsto no programa do procedimento, terminou ontem, dia 27 de outubro de 2020, o prazo dado aos interessados para a apresentação de propostas a este concurso público. Foram apresentadas 6 propostas, cujos valores variam entre os 18 860 000,00 euros e os 27 979 977,89 euros. Duas empresas referiram que, embora estivessem interessadas no concurso, não entregaram propostas pois não conseguiram enquadrar no preço base do procedimento (empresas Ramalho Rosa Cobetar, Sociedade de Construções, S.A. e Lena Engenharia e Construções, S.A.).

O Júri do procedimento inicia hoje a análise das propostas submetidas à concorrência, com finalidade a apresentação, ao Governo Regional, de uma proposta de ordenação das mesmas, tendo por base o critério de adjudicação previamente definido, o de melhor preço/qualidade.


6 visualizações

Posts recentes

Ver tudo