top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Sete Óscares para "Tudo em Todo o Lado ao Mesmo Tempo"


O prémio de melhor atriz foi para Michelle Yeoh, em “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”. O melhor ator foi Brendan Fraser, em “A Baleia.





O filme "Tudo em Todo o Lado ao MesmoTempo" recebeu sete Óscares, a maior distinção de sempre neste evento de topo das nomeações para o cinena.

Estava nomeado em onze categorias e tornou-se o grande vencedor da 95.ª edição dos Óscares. Melhor Ator e Atriz Secundários (Ke Huy Quan e Jamie Lee Curtis, respetivamente), Melhor Edição (Paul Rogers), Melhor Argumento Original e Melhor Realização (Daniel Kwan, Daniel Scheinert), Melhor Atriz (Michelle Yeoh) e Melhor Filme.

No segundo lugar ficou “A Oeste Nada de Novo” com o Óscar de Melhor Fotografia (James Friend), Melhor Filme Internacional, Melhor Direção de Arte e Melhor Banda Sonora Original (Volker Bertelmann).

A curta metragem de animação do realizador português João Gonzalez "Ice Merchants", perdeu para “O Menino, a Toupeira, a Raposa e o Cavalo”, de J. J. Abrams. A nomeação foi, no entanto, um feito enorme para a carreira do jovem realizador.

"Escrito e realizado por Daniel Kwan e Daniel Scheinert, conhecidos como Daniels, éuma hilariante e emocionante aventura de ação e ficção científica acerca de uma exausta mulher chinesa de cidadania americana que parece não conseguir terminar os seus impostos".

O prémio de melhor atriz foi para Michelle Yeoh, em “Tudo em Todo o Lado Ao Mesmo Tempo”.

O melhor ator foi Brendan Fraser, em “A Baleia.

4 visualizações

Comments


bottom of page