Buscar
  • henriquecorreia196

TAP revela constrangimentos na operação devido à greve da Groundforce


Os clientes devem privilegiar as ferramentas online para self service de bagagem e consultar a página no site da TAP, criada em exclusivo para a greve.




Uma nota publicada pela TAP revela que "está com significativos constrangimentos em toda a sua operação prevista para o dia de hoje e de amanhã, devido à greve de dois dias no serviço de assistência em terra da Groundforce, que se iniciou às 00:00 de 17 de julho. São expectáveis cancelamentos e atrasos nos voos assistidos pela Groundforce, sobretudo no aeroporto de Lisboa".

No Aeroporto Internacional da Madeira Cristiano Ronaldo, a paralisação não tem a expressão verificada noutros aeroportos.

A Companhia afirma que "está a notificar diretamente os passageiros com voos impactados pela greve. Ainda assim, a TAP solicita que os clientes acompanhem o estado do seu voo aqui https://www.flytap.com/pt-pt/ferramenta-informacao-voo e, caso o voo seja impactado, possam fazer uma gestão online do mesmo".

Os clientes devem privilegiar as ferramentas online para self service de bagagem e consultar a página no site da TAP, criada em exclusivo para a greve, com instruções em caso de disrupção de voo e bagagem: https://www.flytap.com/pt-pt/disrupcao-no-aeroporto.

"A TAP lamenta os constrangimentos que esta disrupção possa causar nos voos dos seus clientes e alerta para que estes não se desloquem ao aeroporto em caso de voo cancelado".

6 visualizações