top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Tempos máximos de espera na Saúde apresentados em julho



Criação da taskforce para o combate as drogas psicoativas, continuará a desenvolver o seu papel no sentido de criminalizar mais os traficantes.




O secretário regional da Saúde anunciou hoje, na Assembleia Regional, que “no caso dos tempos máximos de espera, serão apresentados em julho, mas que, neste momento, o Serviço Regional de Saúde tem respostas, nos casos urgentes, muito mais rápidas do que os tempos máximos nacionais.” O Secretário Regional da Saúde enumerou os tempos de resposta a doenças cardíacas e oncológicas, cirurgias urgentes e outras que têm respostas em menos de um mês e, nos casos de cirurgias urgentes são de 10 dias.

O governante também lembrou que o aumento do número de médicos de família “está dependente da aprovação do orçamento para este ano.”

“O aumento dos recursos humanos, a prevenção e presença física no serviço de urgência e ainda a criação de equipas comunitárias de saúde mental multidisciplinares vem dar outra dimensão a resposta na RAM. Por outro lado, a criação da taskforce para o combate as drogas psicoativas, continuará a desenvolver o seu papel no sentido de criminalizar mais os traficantes e acompanhar mais os consumidores numa tentativa de reabilitação e reinserção mais eficaz na sociedade.”

3 visualizações

Opmerkingen


bottom of page