Buscar
  • Henrique Correia

Tivemos mais 159 casos numa semana; Região com incidência de 92 casos


Aumento do turismo, a prevalência da variante Delta e os números de Lisboa e Vale do Tejo na origem deste aumento.



O número de casos de Covid-19 estão também a aumentar na Madeira, uma situação que já era prevista por parte da autoridade regional de saúde. A prevalência da nova variante Delta, a subida de infeções em Lisboa e Vale do Tejo, bem como o crescente aumento do turismo neste período de verão, representam situações que potenciam este aumento.

Em oito dias de julho, entre 10 e 17, a Região teve mais 159 novos casos de Covid-19, a 10 tinha 2 doentes internados, a 17 de julho tinha 9, destes 1 em cuidados intensivos.

A Madeira está com um quadro epidemiológico anda controlado, mas a subida verificada nos últimos dias fez aumentar o grau de incidência, que neste momento está nos 92 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

São 180 os casos ativos, dos quais 69 são casos importados e 111 são de transmissão local. A 10 de julho, tínhamos 104 casos ativos, sendo 30 importados e 74 são de transmissão local.

Neste contexto, a Madeira está a acelerar o processo de vacinação, envolvendo os alunos de diversos graus de ensino, sendo uma esoecial preocupação os estudantes universitários, procurando que aquando do início do próximo ano letivo já estejam com a vacinação completa. O dia aberto, a 20 de julho, para quem pretender ser vacinado com a vacina da AstraZeneca sem necessidade de marcação, é mais uma medida para enfrentar o que se aponta já como nova vaga.

O presidente do Governo Regional também já se pronunciou sobre os números, deixando em aberto a eventualidade de novas medidas se a situação sofrer um agravamento que justifuque e que possa ameaçar a capacidade de intervenção do Serviço Regional de Saúde.

Refira-se que em matéria de testes, a Região já fez, no contexto da operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da RAM, um total cumulativo de 261030 colheitas para teste de RT-PCR à COVID-19, realizadas até às 15h30 de 17 de julho. No total, até à data, as amostras processadas para teste de RT-PCR, no laboratório de Patologia Clínica

do SESARAM, EPERAM ascendem a 522129.

No que se refere aos Testes Rápidos de Antígeno, foram realizados até a data, um total de 73563.

15 visualizações