top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Toda a gente pedia mas ninguém queria andar de ferry; não é viável



Miguel Albuquerque diz que essa operação só pode ser suportada pelo Governo da República:  "Nos meses de operação, o ferry transportou menos 20 mil passageiros".



O presidente do Governo Regional e cabeça-de-lista da coligação "Somos Madeira", uma parceria PSD/CDS, considerou que a operação ferry de ligação ao continente não é viável e só pode ser assegurada pelo Estado num enquadramento de serviço público.

Em declarações ao JM, Miguel Albuquerque diz que toda a gente pedia o ferry mas ninguém queria andar de ferry. "A promessa do Governo da República nunca foi cumprida, quem pagou a operação fomos nós. Nos meses de operação, o ferry transportou menos 20 mil passageiros".

Albuquerque diz que a Madeira está menos isolada pelas várias ligações aéreas: 94 operações e 43 companhias.

Relativamente à política, Albuquerque faz revelações: defende limite de 3 mandatos para presidente do Governo Regional, é contra o regime de incompatibilidades dos deputados e diz que um Governo de coligação não terá vice presidente.

27 visualizações

Comentários


bottom of page