Buscar
  • Henrique Correia

Vinho Madeira cresceu 8% na China em ano de pandemia; promoção em Wuhan


Em 2020 foram comercializados perto de 59.000 litros, mais 8% que no ano anterior, que se traduziram em cerca de 750.000 euros, ou seja, mais 54% do que o valor registado em 2019.




O Vinho Madeira cresceu 8% no mercado da China em 2020, o ano da pandemia. "Em termos de valores de exportação de Vinho Madeira, a China, no ano passado, apesar da pandemia e todas as restrições inerentes, foi um dos países que registou um maior crescimento face a 2019, tendo sido comercializados perto de 59.000 litros de Vinho Madeira, mais 8% que no ano anterior, que se traduziram em cerca de 750.000 euros, ou seja, mais 54% do que o valor registado em 2019', revelou o Governo dando conta de uma ação promocional na cidade chinesa de Wuhan.

"Foi novamente promovido no continente asiático, desta feita, através da participação numa prova de vinhos, na cidade chinesa de Wuhan".

A cerimónia decorreu no seguimento de uma parceria entre o IVBAM e a Viniportugal, entidade responsável pela organização de provas internacionais de vinhos portugueses.

Sendo a mesma destinada a profissionais e agentes do sector vínico, contribuiu, deste modo, para uma maior promoção e consequente potencialização de um crescimento sustentado do setor dos Vinhos portugueses, no qual se inclui o Vinho Madeira, no mercado asiático.

A participação do Vinho Madeira neste certame fez-se através das empresas: Justino’s Madeira Wines; Henriques & Henriques e Pereira D’Oliveira, as quais se fizeram representar pelos seus importadores daquele país.



3 visualizações