top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

APRAM investe 700 mil em energia verde para os navios atracados


Possibilita, por exemplo, que os navios atracados desliguem os seus motores ligando-se à rede elétrica, sem interrupção do funcionamento das máquinas e dos serviços de bordo.





A Administração dos Portos da Madeira vai investir cerca de 700 mil euros no Green Ports Madeira, um projeto em parceria com a Empresa de Eletricidade da Madeira, co-financiado pela União Europeia em 50%. O projeto Green Ports Madeira pretende avaliar a viabilidade e o impacto do desenvolvimento de infraestruturas de Onshore Power Supply (OPS) e de descarbonização nos portos, possibilitando, por exemplo, que os navios atracados desliguem os seus motores ligando-se à rede elétrica, sem interrupção do funcionamento das máquinas e dos serviços de bordo.

A energia a ser fornecida deve ser, preferencialmente, proveniente de fontes renováveis ou verdes, de modo a garantir reduções efetivas das emissões através da utilização das OPS. Aliás, o projeto não só vai investigar a possibilidade de utilizar energia de fontes renováveis para os navios atracados, como também de coproduzir energia nos portos para o autoconsumo das infraestruturas portuárias.

A presidente do Conselho de Administração da APRAM, Paula Cabaço, refere que: “É com expetativa que aguardamos os resultados de um conjunto de estudos específicos, que nos permitirão desenvolver planos e iniciativas para a descarbonização dos portos da Madeira, através de novas soluções ambientais”.

10 visualizações
bottom of page