Buscar
  • Duarte Azevedo

Associação de Voleibol faz 'discriminação positiva'


Sector masculino favorecido nos apoios.



A Associação de Voleibol da Madeira (AVM) tomou uma medida, positiva, que visa o crescimento da modalidade, nomeadamente nos escalões mais baixos. Isto apesar de haver assumido uma discriminação entre masculinos e femininos. Com efeito, todas as inscrições dos Minis, Infantis e Iniciados - todos masculinos -, serão feitas pelos clubes sem custos, uma vez que a AVM isenta de pagamento o seguro desportivo, a taxa de atleta e a emissão de cartão. A que se juntam os Minis femininos. As diversas coletividades terão direito, também, a um determinado número de bolas por atletas inscritos nos Minis até 22 de Outubro, havendo aqui também discriminação já que o sector masculino continua favorecido. De acordo com a Associação, tal justifica-se esta 'discriminação positiva' a fim de servir 'como um incentivo para o crescimento de atletas e de equipas'. De notar que na última Demografia Federada conhecida, época 2018/2019, havia o registo de 411 masculinos e 658 femininos inscritos no voleibol até aos 15 anos de idade.


3 visualizações

Posts recentes

Ver tudo