top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Bombeiros reivindicam Estatuto na Madeira



"Embora no recibo de ordenado sejamos reconhecidos como bombeiros, na Segurança Social estamos como trabalhadores por conta de outrem”, diz o Coordenador Adjunto do SNPC na audiência com José Rodrigues.




O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, recebeu, hoje, em audiência, uma delegação de representantes do Sindicato Nacional da Proteção Civil (SNPC).

Tratou-se de uma audiência onde os dirigentes sindicais sensibilizaram o Presidente do Parlamento madeirense para a necessidade de aplicar na Madeira o Estatuto do Bombeiro Profissional.

“Há muito tempo que a nossa classe anseia ser reconhecida como profissional. Embora no recibo de ordenado sejamos reconhecidos como bombeiros, na Segurança Social estamos como trabalhadores por conta de outrem”, começou por explicar o Secretário Coordenador Adjunto do SNPC, após a reunião desta manhã. Filipe Tavares falava em nome dos “bombeiros profissionais, que têm formações iguais às dos bombeiros sapadores”, mas que “auferem de um ordenado e de condições de reforma muito diferentes, porque não somos reconhecidos como profissionais”, aclarou.

O SNPC pede urgência na aprovação de um Estatuto do Bombeiro Profissional que salvaguarde o aumento do rendimento e iguais condições de aposentação. “A Assembleia Legislativa da Madeira pode ter iniciativa, no entanto a idade da reforma tem de ser regulamentada na Assembleia da República”, explicou Filipe Tavares.

2 visualizações
bottom of page