top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Como foi possível? Onde pára o “backup” dos dados do SESARAM?



As questões foram lançadas pela Iniciativa Liberal Madeira.



"Não há como tratar este assunto com paninhos de água quente: O SESARAM CAIU. Neste momento, como Serviço de Saúde que conhecemos, não existe. Pelo caminho, deixou que nos roubassem os dados da nossa saúde, e não só", refere a Iniciativa Liberal Madeira.

Nuno Morna prossegue: "Quase uma semana depois do ciberataque, ninguém faz a mais pálida ideia de como foi possível que tudo isto tivesse acontecido. Ninguém explica, não se ouve da boca dos responsáveis nada de jeito.

Uns tapam a boca para não dizer o que sabem, outros tapam os olhos a fingir que não veem nada, e a maioria tapa os ouvidos porque nem lhes interessa saber o que se passou. E como resultado ficamos todos na ignorância.

Como a avestruz, enterram a cabeça na areia sem imaginarem que ficam com o resto de fora. 

Continuamos sem saber por onde é que o assalto foi feito. Qual a porta de entrada. Quem são os responsáveis por tamanha incompetência? A culpa vai, mais uma vez, morrer solteira?

Exigem-se responsabilidades, porque elas têm de existir. Ou vão dizer que não controlam a natureza?

Os madeirenses querem, melhor, os madeirenses exigem a verdade. Exigem ouvir da boca do Sr. Presidente tudo o que se sabe sobre esta catástrofe. Ou o que se não sabe, que parece mais o caso".

7 visualizações
bottom of page