top of page
Buscar
  • Duarte Azevedo

Concertos no Mamma Club - a excelência que os madeirenses estão a perder



"O nosso público é 90 e muito por cento estrangeiro", confidencia Rui Sá. Ou seja, os madeirenses continuam a perder algo de muito bom".




Este é uma 'ALERTA' na verdadeira aceção da palavra, na medida em que 'coisa boa' deve ser partilhada - aliás, retifico, não é 'boa' mas sim 'excecional'. De tal nível que apresenta uma qualidade que pode ostentar esse rótulo em qualquer parte do mundo. 'Parece que estamos num qualquer clube de jazz de Nova Iorque...' - será? Não sei, nunca lá fui...

Mas, ali para os lados do 'Ribeiro Seco', confirmo: estamos muito bem! Num ambiente espetacular, numa criação do Rui Sá - Mamma Museum -, os musicais estão num patamar superior. Testemunho: 'DIVAS by Vânia Fernandes'. Do melhor que há! Com acompanhamento, claro, também do melhor que existe!

"O nosso público é 90 e muito por cento estrangeiro", confidencia Rui Sá. Ou seja, os madeirenses continuam a perder algo de muito bom - excecional!!! -, de nível mundial.

Na quinta-feira, Vânia Fernandes (mais Adler Pereira, Levi e Ricardo Dias) foi aquilo que é: extraordinária, e com acompanhamento de luxo! O mesmo se espera hoje de Miguel Pires (Piano Man), sábado do 'Burlesque' (com Vânia Fernandes, Cláudia Sousa e Paulo Soares, tendo Anikó Harangi ao piano) e domingo em outro ritmo no 'Buena Vista Social Club'.

O que (de excecional) os madeirenses estão a perder...!!!

19 visualizações

Comments


bottom of page