Buscar
  • Henrique Correia

Concurso da ETAR do Funchal passa de 12,3 para 20 milhões


Será necessário reforçar o empréstimo de 3 milhões para 8 milhões.




A Câmara do Funchal aprovou hoje, por unanimidade, o novo Concurso Internacional para a Recuperação e Ampliação da ETAR do Funchal-2ª fase-Estação de Tratamento Primário, em virtude de todas as propostas apresentadas anteriormente terem sido superiores ao valor base inicialmente proposto de 12,3 milhões de euros.

“O anterior concurso ficou deserto, não por falta de apresentações, porque concorreram sete empresas, mas as propostas tinham preços elevados, pelo que não poderiam ser consideradas”, esclareceu Pedro Calado numa nota da Autarquia.

Com uma nova proposta de valor base para a obra, muito próximo dos 20 milhões de euros, será feito um novo procedimento concursal o mais urgente possível, “considerando-se a importância da mesma infraestrutura para o concelho do Funchal, sendo necessário reforçar o empréstimo de 3 milhões para o montante de 8 milhões de euros”.

A crise internacional e a consequência dos efeitos pandémicos, estão a potenciar uma escalada de preços das matérias-primas, pelo que “foi necessário fazer uma revisão dos preços da obra, com recurso a financiamento bancário, para poder efetuar a construção da nova ETAR”.

“Lamento foi o tempo e os anos que se perderam por culpa da anterior vereação, quando esta obra já deveria estar no terreno e até numa fase de conclusão”, vincou.

13 visualizações