Buscar
  • Henrique Correia

Confiança propõe Planos de Energia e de Iluminação Pública para o Funchal

Desligar as iluminações exteriores nos edifícios públicos às 24h; introdução, de forma mais célere, dos LEDs enquanto solução de poupança energética nos equipamentos de iluminação pública.



A Coligação Confiança vai levar à próxima reunião de Câmara do Funchal duas propostas que visam a criação de outros tantos planos municipais para poupança de energia e para iluminação pública.

Confira, em síntese, as respetivas sugestões que vão a votos quinta-feira:



Plano Municipal de Poupança de Energia 2022-2023


● Desligar as iluminações exteriores nos edifícios públicos às 24h;

● Avaliar a implementação do teletrabalho em alguns serviços da autarquia;

● Investir na implementação de sistemas de valorização energética em edifícios da

autarquia, à semelhança do ocorrido na Loja do Munícipe, no Lido e no CIGMA:

o Prever a nível de contratação pública e para o ano de 2023 o projecto e

implementação de uma Unidade de Produção para Autoconsumo (UPAC) no

edifício dos Viveiros de forma a diminuir o valor da sua factura energética.

o Nas remodelações de edifícios municipais considerar a obrigatoriedade de

instalação de UPAC’s, onde as características dos edifícios as permitam;

o Implementar nos edifícios de habitação colectiva a construir através do

protocolo estabelecido com IHRU no âmbito do 1º direito e da ELH, estes

sistemas de valorização energética, mais concretamente através da instalação

de painéis solares nos seus topos ou nos seus espaços comuns exteriores.

● Analisar a possibilidade de gradualmente implementar a instalação de sistemas centrais

inteligentes de gestão energética nos edifícios municipais incluindo a instalação de

sensores de utilização/luminosidade nos circuitos apropriados para o efeito;

● Investir em sistema de aquecimento de água nos pavilhões e recintos desportivos, da

autarquia, como o caso dos campos de São Martinho e de São Gonçalo;

● Optimizar sistemas de rega de espaços verdes municipais;

● Implementar procedimentos de reparação e substituição de tubagens assente em

critérios de eficiência e qualidade que garantam uma maior longevidade tanto das

reparações como da vida útil das tubagens

● A sensibilização de população, proprietários e projectistas para a implementação de

Sistemas de Aproveitamento de Águas Pluviais e de Reciclagem de Águas Cinzentas nas

novas edificações na cidade do Funchal, em conformidade com a proposta de

recomendação da Coligação Confiança, apresentada na reunião de 17 de Março do

corrente.

● Campanhas publicitárias de informação sobre algumas das formas de poupança de água

passíveis de adoptar pelos munícipes na sua residência.



Plano Director Municipal de Iluminação Pública


● Obter a completa percepção e mapeamento de toda a rede de iluminação pública afecta ao município do Funchal;

● Em cooperação com a EEM, entidade responsável pela manutenção da maioria das

infra-estruturas e que detém o respectivo levantamento cadastral, estudar a introdução, de forma mais célere, dos LEDs enquanto solução de poupança energética nos equipamentos de iluminação pública;

● Definir por zonas o tipo de iluminação a adoptar e respectiva temperatura, mediante as características próprias do local;

● Possibilitar o ‘dimming’ da iluminação em áreas previamente estabelecidas, definido por horário ou por utilização;

● Reunir toda a informação de facturação anual de IP por estação de forma a aferir, após implementação das medidas anteriores, a poupança energética efectiva do município em termos de iluminação pública.

8 visualizações

Posts recentes

Ver tudo