top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Conheça as medidas da República para a Habitação



O fim dos vistos Gold, o fim de novas licenças de Alojamento Local, com exceção das zonas rurais, o arrendamento compulsivo, o apoio ao pagamento de rendas e o fim de mais valias em transações de habitação para o Estado.





O Conselho de Ministros aprovou hoje um conjunto de medidas que pretendem concretizar o desígnio de ter um parque habitacional capaz de garantir habitação digna a toda a população através do equilíbrio entre uma reforma estrutural, assente na promoção de novas respostas de habitação pública e na qualificação das respostas já existentes, e uma intervenção conjuntural que permita respostas mais imediatas para fazer face à urgência de assegurar acesso a uma habitação digna e adequada aos rendimentos e dimensão dos diferentes agregados familiares.

O fim dos vistos Gold, o fim de novas licenças de Alojamento Local, com exceção das zonas rurais, o arrendamento compulsivo, o apoio ao pagamento de rendas e o fim de mais valias em transações de habitação para o Estado, são algumas das medidas vigentes.

Confira as medidas:


  • Plano de Intervenção que visa responder ao desígnio «Mais Habitação», assente em respostas mais imediatas que complementam a política pública estrutural de reforço do parque público habitacional em curso. São definidas medidas que cumprem os objetivos estratégicos de aumentar a oferta de terrenos para habitação;

  • simplificar os processos de licenciamento de construção, aquisição e utilização de habitação;

  • aumentar e melhorar a oferta de arrendamento;

  • combater a especulação; e proteger as famílias;

  • Revisão dos regimes jurídicos aplicáveis ao procedimento especial de despejo e à injunção em matéria de arrendamento, bem como criação do Balcão do Arrendatário e do Senhorio. Pretende-se, desta forma, salvaguardar a tutela do direito à habitação e a justa ponderação de interesses no confronto com o direito de propriedade, assim como assegurar garantir a interoperabilidade com outros serviços do Estado;

  • Alteração do regime de controlo prévio das operações de loteamento e das operações urbanísticas, com o objetivo de promover a sua simplificação, agilização e uniformização, promover uma maior celeridade dos processos e criar um regime sancionatório;

  • Criação de um apoio financeiro do Estado, sob a forma de bonificação temporária de juros, aos mutuários de contratos de crédito para aquisição ou construção de habitação própria permanente quando o indexante do contrato crédito for igual ou superior a 3%. Este diploma visa dar resposta à realidade efetivamente sentida pelas famílias, decorrente da rápida variação do indexante de referência, com incidência num dos principais encargos do orçamento familiar, o crédito para a aquisição ou construção de habitação própria permanente.

3 visualizações

Comments


bottom of page