Buscar
  • Henrique Correia

CR7 "só trabalha" de segunda a sexta...


Não é o que joga à bola, o melhor do mundo, que sempre trabalhou todos os dias e ainda joga aos 37 anos. É mesmo o Museu, aberto de segunda a sexta das 10 às 17.



Há coisas que nem mesmo Cristiano Ronaldo consegue explicar por muito apelo que se faça aos créditos do melhor do mundo, ainda por cima madeirense, que lhe confere o direito ao erro de estratégia mesmo que a responsabilidade direta possa ser de outros.

A verdade é que Ronaldo trabalha aos sábados, domingos e feriados mesmo com 37 anos de idade e em final de carreira. Ao contrário do seu museu, que está localizado numa das principais entradas da cidade e tem horário de funcionamento de segunda a sexta-feira das 10 às 17 horas. Quem vier passar o fim de semana à Madeira e pretender visitar o Museu CR7, na Avenida Sá Carneiro, junto ao hotel do madeirense com o grupo Pestana, é melhor vir na sexta e bem cedo para poder ter porta aberta no Museu.

É verdade que no site salvaguarda: "Aberto aos domingos ou feriados sempre com aviso prévio nas redes sociais". É preciso estar atento, pode abrir um domingo destes. De surpresa.

Agora, mais a sério, este horário do Museu CR7 está desajustado a uma Região turística, com origem em inúmeros países, todos eles tendo Ronaldo como referência universal. O madeirense é do mundo, por isso a gerência do Museu deveria ter todos esses factores em conta para adaptar o horário de funcionamento, para mais estando localizado muito perto do porto do Funchal, onde diariamente chegam milhares de visitantes em trânsito, entre passageiros e tripulantes, incluindo o fim de semana. E se os fundos fossem insuficientes para suportar tal despesa, certamente a Região não teria qualquer problema em ajudar em eventuais custos desse alargamento de abertura.

Enquanto não se resolve, valha-nos a estátua, que parece ser do Ronaldo e vai dando para as "encomendas".




28 visualizações