top of page
Buscar
  • Henrique Correia

Denominação de Origem para a batata da Madeira e do Porto Santo


A cultura da batata-doce na Região tem uma produção anual que ronda as 12.000 toneladas e um potencial de mercado de 5,4 milhões de euros.




Variedades tradicionais de batata-doce produzidas na Madeira e no Porto Santo passaram a ostentar a certificação de ‘Denominação de Origem’, sendo que “este processo, liderado pelo Governo Regional da Madeira, teve como objetivo principal proteger e valorizar comercialmente sete variedades tradicionais de batata-doce – ‘Brasileira’, ‘5 bicos’, ‘Cenoura Regional’, ‘Inglesa’, ‘Cabeiras’, ‘Amarelinha’ e ‘Cabreira Branca do Porto Santo’.

O secretário regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural visitou o Centro de Abastecimento de Produtos Agrícolas do Funchal (CAPA), em São Martinho, no âmbito de uma ação de divulgação.

A cultura da batata-doce na Região envolve atualmente cerca de 4.000 explorações agrícolas, que ocupam uma área de aproximadamente 563 hectares, uma produção anual que ronda as 12.000 toneladas e um potencial de mercado de 5,4 milhões de euros.

Segundo revela uma nota da secretaria, "a partir de agora, os agricultores interessados poderão usufruir dos benefícios da certificação, desde que o processo de produção respeite as disposições expostas no respetivo cadernos de especificações, ou seja, tem de seguir o modo de produção tradicional de cultivo desta raiz tuberosa”, explicou Humberto Vasconcelos, elucidando também que, para o efeito, os produtores devem deslocar-se ao CAPA ou a um dos Centros de Abastecimento Hortofrutícola, sob a tutela da Direção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, nos Canhas, nos Prazeres, em Santana ou na Santa do Porto Moniz, para poderem ostentar nas embalagens de batata-doce a denominação de origem, distinguindo, deste modo, a batata-doce da Madeira”.

A Denominação de Origem é aplicável a produtos cuja originalidade e individualidade estão ligados de forma indissociável a uma determinada região, local ou tradição. Tem como objetivo identificar um produto de forma inequívoca, com base em características específicas tais como a genuinidade, qualidade, geografia, clima, solo e meios de produção, após rigoroso controlo.


2 visualizações
bottom of page