Buscar
  • Henrique Correia

Desprendimento de pedras na marginal entre Ribeira Brava e Tabua


PS pede intervenção urgente.




Um novo desprendimento de pedras na marginal entre a Ribeira Brava e a Tabua motivou uma reação por parte da vereadora do PS na Câmara Municipal da Ribeira Brava que defende uma intervenção urgente na escarpa sobranceira de modo a garantir as condições de segurança necessárias para quem ali circula.

Relatam os socialistas que "no passado dia 19, registou-se um desprendimento de pedras de grande dimensão, que acabaram por atingir a faixa de rodagem, a ciclovia e a parte pedonal, situação que, por sorte, não causou feridos pelo simples facto de não se encontrar ninguém ali naquele momento".

Esta ocorrência levou ao encerramento da marginal, sendo que, como refere Olga Fernandes, "o assunto já foi levado à reunião de Câmara, sem que nada tenha sido feito relativamente à limpeza e consolidação da escarpa sobranceira".

A vereadora socialista, que é também deputada no Parlamento regional, recorda que "a nova marginal foi inaugurada a 28 de agosto de 2020 e já foi encerrada vezes sem conta ao trânsito e transeuntes, precisamente pelo facto de a queda de pedras ser frequente".

11 visualizações