Buscar
  • Henrique Correia

Droga na via pública e desacatos preocupam a Confiança


"A realidade volta a mostrar um crescimento deste tipo de situações que geram um sentimento de insegurança pública que urge solucionar".



A representação da Confiança denunciou hoje, no âmbito da reunião de Câmara, que

"tem sido cada vez mais frequente o consumo de substâncias estupefacientes na via pública, cujos sujeitos provocam desacatos e uma imagem pouco abonatória do destino. Vinham sendo desenvolvidas iniciativas para mitigar esta situação com resultados positivos como se verificou na zona do Almirante Reis, sendo que a realidade volta a mostrar um crescimento deste tipo de situações que geram um sentimento de insegurança pública que urge solucionar".

Na mobilidade, acrescenta a Confiança, "alerta-se para o facto do actual executivo, ao contrário da promessa que formulou em campanha eleitoral de tornar gratuito o estacionamento no centro, estar a instalar mais parquímetros em zonas eminentemente habitacionais, que têm sido criticadas pelos moradores".

No que diz respeito às obras, como a ETAR do Funchal ou a Requalificação do Bairro do Palheiro Ferreiro, foi transmitida a preocupação com o atraso que se vem verificando o arranque das empreitadas, particularmente pelos efeitos que a pandemia e a guerra na Ucrânia têm na formulação de preços, que podem deixar concursos desertos, e por subterfúgios processuais como a troca extemporânea de garantias bancárias, que venham a conduzir a recusas de visto pelo Tribunal de Contas.


11 visualizações