Buscar
  • Henrique Correia

Duas rotundas para resolver o Nó da Cancela; obra para fazer em 15 meses


A obra teve concurso lançado recentemente e deverá ir para o terreno no primeiro semestre de 2023 sendo que o prazo de execução é de 15 meses.




O Governo Regional vai tentar resolver os problemas de trânsito que hoje se verificam diariamente para entrada e saída da Cancela e que congestionam o tráfego automóvel sobretudo nas horas de ponta. O presidente do Executivo visitou o local a acredita que a obra do Nó da Cancela, no valor de 3,3 milhões como preço base, vai melhorar substancialmente a circulação.

Miguel Albuquerque revela que estão projetadas duas rotundas e uma via de desaceleração no sentido oeste/leste e salvaguarda que a obra deve ser executada com muito cuidado para manter as condições de circulação sem implicar encerramento da circulação. Pode haver necessidade de encerrar faixas, mas vamos garantir o fluxo de tráfego para não agravar o que já é problemático.

A obra teve concurso lançado recentemente e deverá ir para o terreno no primeiro semestre de 2023 sendo que o prazo de execução é de 15 meses a partir da data de início dos trabalhos, provavelmente maio.

Albuquerque falou ainda numa outra solução encontrada na rotunda da Cancela junto à subida para o Parque Industrial. Neste momento está provisória mas está a funcionar bem e a ideia é manter melhorando esteticamente essa mesma rotunda "que é a obra mais barata deste governo".

9 visualizações