Buscar
  • Duarte Azevedo

Equipa da Madeira sem madeirenses


Acontece com o Galomar no ténis de mesa.


O campeonato nacional da I Divisão de ténis de mesa apresenta quatro equipas madeirenses no sector masculina e uma (Ponta do Pargo) no feminino. Nos últimos oito dias a competição foi pródiga em confrontos entre formações masculinas madeirenses, notando-se a curiosidade da representação da AD Galomar não ter apresentado nenhum jogador nascido na Região nos desafios disputados. Um egípcio, um ucraniano, um russo... Há, também, Paulo Silva, um atleta continental inscrito na UMa pelo que não entra na lista de atletas 'não regionais'. De acordo com o PRAD, o número máximo de atletas não regionais permitidos no nível competitivo mais alto da modalidade, é determinado em função do número total de atletas integrados no boletim/ficha de jogo/inscrição da respetiva competição, sendo que no ténis de mesa esse número só pode atingir os 25%. No entanto, tal é, sempre, uma opção do clube, e neste caso a AD Galomar - na foto -, treinada por Hélder Melim, faz esta aposta. De notar que também no basquetebol a AD Galomar aposta forte. Voltando ao ténis de mesa, a verdade é que o conjunto do Caniço surge na classificação no terceiro lugar entre madeirenses - é 6º da geral -, atrás da Ponta do Pargo (3º) e do São Roque (5º), à frente do 1º de Maio (7º). O Ponta do Pargo - na foto -, que tem dois madeirenses a atuarem habitualmente, Énio Mendes e Duarte Fernandes, registou na última semana três importantes vitórias frente às suas congéneres madeirenses. E apesar de faltarem muitos jogos, uma volta completa, está bem encaminhado para ser apurado para o 'play-off', tal como Sporting CP e CTM Lagos.


8 visualizações