Buscar
  • Henrique Correia

Festa do Monte mais religiosa e menos musical; Largo da Fonte requalificado


Cerca de 40 barracas de comes e bebes e de outros artigos tradicionais no Arraial do Monte. animação divide-se por três locais: Largo da Fonte, Adro da Igreja e Largo das Babosas.





A Festa do Monte não será como antes da queda da árvore que matou 13 pessoas a 25 de agosto. Este ano de 2022 não haverá fogo e o objetivo é que a festa seja mais religiosa do que musical. Até os grupos de animação serão mesmo os tradicionais e as colunas de som ficarão viradas para o Largo e não para as árvores.

Tudo isto foi transmitido hoje por Pedro Calado, presidente da Câmara do Funchal, que apresentou o programa de festas com um cunho muito forte na segurança das pessoas.

A grande noite é a 14 e o dia 15 ede solenidade religiosa, com missa e procissão. Até dia 13 são as novenas. Hoje, 9 de agosto, é a novena da Paz.

Calado revela que as "festividades" serão "mais controladas", isto em relação a "anos anteriores", até porque o que se pretende "é voltar a ter uma festa com um impacto muito mais religioso do que propriamente um arraial festivo de música".

Para a Câmara Municipal do Funchal, em articulação com a Junta de Freguesia e a Paróquia do Monte, esclareceu o autarca, "o mais importante, nesta fase, é voltarmos a dar tranquilidade e segurança às pessoas que, ao longo dos últimos anos e por vários motivos, se afastaram do Largo da Fonte. O passado é o passado, vamos aprender com os erros que aconteceram. Neste momento, há que trabalhar para dar segurança a quem vive aqui, a quem nos visita e voltar a ter um a com um arraial em honra de Nossa Senhora do Monte, mas um arraial com um carácter mais religioso".

Nesse sentido, como refere uma nota da Autarquia, "não será permitido fogo de artifício, como antes acontecia, sendo que também, não haverá grandes concertos e as actuações musicais serão de cariz mais tradicional e com as colunas voltadas para a estrada e não para a encosta, «por motivos de segurança".

Pedro Calado adiantou ainda que está em estudo "a requalificação do Largo da Fonte", projecto que  é um compromisso da autarquia", sendo que o objectivo éque esteja "pronto o mais rapidamente possível".

Note-se ainda que o investimento municipal ascende a cerca de 50.000 euros e inclui também o reforço do policiamento. Refira-se igualmente que este ano haverá cerca de 40 barracas de comes e bebes e de outros artigos tradicionais no Arraial do Monte, sendo que a animação divide-se por três locais: Largo da Fonte, Adro da Igreja e Largo das Babosas.

7 visualizações