Buscar
  • Duarte Azevedo

Guarda-redes Matheus 'lesionou-se' para Elmusrati poder jantar

Estratégia bracarense no jogo com o Marítimo... acabou em indigestão


No Marítimo-Braga de quinta-feira, de repente eis que o guardião bracarense, Matheus, aparece sentado no relvado a reclamar assistência médica. Decorria o minuto 21. Estranhamente até porque o brasileiro nem tinha sido chamado a trabalhos...

Poucos segundos depois é desvendado o mistério: Matheus solicitou a entrada da equipa médica para dar tempo a Al Elmusrati jantar! Isso mesmo. Como muçulmano, o líbio cumpre o Ramadão que o impede de ingerir líquidos ou alimentos quando o sol está visível. O que acontecia quando o jogo se iniciou, pelas 20 horas 30 minutos.

Perto das 21 horas, já noite, o Braga usou essa estratégia para que o seu jogador muçulmano pudesse reforçar energias. E lá fomos vendo Elmusrati ingerindo uma bebida, possivelmente energética, e comendo uma banana... Feita a refeição, Matheus levantou-se e o jogo prosseguiu. A digestão, dizemos nós, não deve ter sido fácil para o líbio e companheiros...

Enfim, é habitual as equipas utilizarem essa estratégia de assistência ao guarda-redes em casos de 'queima de tempo', recuperação de algum jogador de campo - quer seja no plano físico quer seja na composição do equipamento -, mas agora para jantar, foi novidade.

3 visualizações