Buscar
  • Henrique Correia

Pancadaria entre advogados abalou a manhã no Tribunal do Funchal

Atualizado: 27 de Nov de 2020

Foi uma manhã agitada no Tribunal Judicial do Funchal. Um advogado e uma advogada envolveram-se numa discussão e chegaram a "vias de facto"


Diz quem assistiu, eram cerca de vinte pessoas fora os funcionários do Tribunal Judicial do Funchal, que a palavra vergonha é suave para retratar a cena de pancadaria que nesta manhã de quinta-feira levou o pânico aos corredores daquela instituição judicial. Um advogado contra uma advogada. Uma advogada contra um advogado, dizem que houve distribuição equitativa de "mimos", nenhum fez de "advogado de defesa" tal a reação ofensiva revelada pelas partes.

Efetivamente, cerca das 11.30 horas, com diligências no decurso normal da vida de um tribunal, o ambiente foi abalado por gritos, empurrões, agressões mesmo, valendo na circunstância a intervenção de várias pessoas e de um agente da PSP que por ali passava.

"Uma vergonha, desentenderam-se e foi chapada da grossa", relata quem assistiu a este incidente envolvendo a advogada Carla Ilharco e o advogado João Alberto, que terão discutido sobre um processo em que ambos estão envolvidos.

A própria advogada já publicou, na sua página do Facebook e na página pública de Advogados - Portugal, uma página da comunidade de advogados e estudantes de direito em Portugal, uma reação manifestada anteriormente no seu grupo de amigos: "Hoje advogada agredida por outro advogado João alberto Freitas no tribunal judicial do Funchal ... INCRÍVEL!"

Esta posição já provocou várias reações, embora os contornos não tenham sido avançados nessa abordagem.

31,781 visualizações