top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Sondagem: queda do PS, subida da Direita e Chega a ganhar peso


O PSD de Luís Montenegro tem mais três pontos (31%) em relação ao resultado das últimas eleições legislativas,


PS de António Costa em queda na sondagem da Universidade Católica.


Uma sondagem da Universidade Católica, Antena 1 e jornal Público, para a RTP, dá conta de uma queda brutal do Partido Socialista e na generalidade da esquerda. O PS, que ganhou com maioria absoluta, não passa dos 32%.

O PSD surge logo a seguir com 31%. Montenegro não tem a popularidade de governação, mas a instabilidade do executivo de António Costa deita para o "colo" do líder do PSD uma hipótese de poder ganhar eleições sem fazer muito por isso nem ter demonstrado, até agora, grande perfil para isso. A direita ganha protagonismo tirando o CDS que não consegue recuperar nada.

Revela a RTP que "se houvesse eleições, o conjunto dos votos dos partidos de direita ultrapassaria a junção dos votos da esquerda, algo que não se verificava desde 2015"

Nesta sondagem, o PSD de Luís Montenegro tem mais 1 por cento face à sondagem de julho de 2022, mais três pontos em relação ao resultado das últimas eleições legislativas, ainda sob a liderança de Rui Rio, refere a esta estação pública de televisão.

O Chega de André Ventura mantêm-se como terceira força política e alcança os 11 por cento. A Iniciativa Liberal, com novo presidente Rui Rocha, alcança os 8 por cento, mais três por cento do que na eleição de 2022. O Bloco de Esquerda tem uma estimativa de sete por cento e a CDU perdeu um ponto em relação à última sondagem.

A RTP acrescenta que "entre os partidos mais pequenos, o PAN sobe 1 por cento em relação à sondagem de julho, com 2 por cento na estimativa de resultados eleitorais. O Livre de Rui Tavares mantém os 2 por cento que apresentava no último inquérito. Já o CDS-PP fica de novo com apenas 1 por cento, tal como em julho".

13 visualizações

Comments


bottom of page