Buscar
  • Henrique Correia

Barreto "puxa galões": "Um partido que governou 40 anos precisou do CDS"


"O CDS não está no altar do mediatismo à espera do voto daqui e de acolá. A construção do novo hospital, que já se iniciou, é uma velha aspiração do povo da Madeira, mas foi o CDS que há vinte anos fez essa proposta".



"Foi o CDS que, na luta na oposição, conseguiu a redução drástica do preço dos passes sociais”.


O líder do CDS Madeira foi ao encerramento do X congresso regional da Juventude Popular mostrar o que considera ser a identidade centrista, lançar um apelo aos jovens para que sintam orgulho no trabalho do partido e "puxar galões" em matéria de governação na Madeira, em coligação com o PSD: “Quis o povo, ao fim de 40 anos, que um partido que sempre governou com maioria absoluta, desta vez não tivesse maioria. Precisou do CDS e o CDS está no governo e sente muito orgulho. E vocês também devem de sentir orgulho em estarmos a governar bem”, refere uma nota do partido sobre a intervenção de Rui Barreto.

O líder diz que "o CDS tem sabido preservar os seus valores, não é um partido de modas, é um partido de causas. Não está no altar do mediatismo à espera do voto daqui e de acolá. É um partido reformista, democrata-cristão, que acredita no que faz, que acredita na juventude e que está pronto a servir”.

Nesta plateia de jovens, no Porto Santo, Barreto teve "muitas palmas", como alude o partido. Apelou a todos para que "sintam orgulho num governo que enfrentou um dos momentos mais difíceis das últimas décadas, com “o útil contributo do CDS”.

E lembrou as bandeiras do partido na oposição, agora concretizadas: “A construção do novo hospital, que já se iniciou, é uma velha aspiração do povo da Madeira, mas foi o CDS que há vinte anos fez essa proposta. Foi o CDS que, na luta na oposição, conseguiu a redução drástica do preço dos passes sociais”. Mas tem mais: "A mais baixa fiscalidade do país para empresas, mas também no IRS “onde já esgotamos o diferencial de trinta por cento, agora alargado a outros escalões". A rede de cuidados continuados, outra proposta que o partido viu concretizada mesmoa antes de integrar o governo". E ainda: "Mas também no PRR, que terá 136 milhões de euros para a habitação. A proposta do CDS é que esse montante seja distribuído de forma equitativa pelos 11 concelhos da Madeira e que parte desse valor seja aplicado no apoio às rendas dos casais jovens. E se todas estas propostas tiveram o cunho do CDS, Rui Barreto não esqueceu a presidência do parlamento que nunca foi “tão aberto a todos como agora”.

30 visualizações