top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

PAN contra a retenção de professores mais de um ano em cada escalão na Madeira


Partido apresentou na Assembleia da República uma proposta, chumbada pelo PS e pela IL, em defesa da contagem do tempo de serviço, problema que já teve resposta da Região.





O PAN Madeira emitiu ontem um comunicado onde critica a posição dos partidos, na Assembleia da República, relativamente a uma sua proposta em defesa dos professores propondo "vagas em número igual ao de docentes em espera e recuperação do tempo de serviço perdido na lista de espera". Votaram contra contra o PS e a IL, abstiveram-se PSD e CDS.

"Com esta postura, o PS, o PSD, o CDS a IL e o CHEGA confirmaram as suas posições face a um grupo profissional – os PROFESSORES, que, vivem um problema sério de fuga dos jovens à profissão, com reflexo no envelhecimento e na falta de professores em muitas escolas", conclui o PAN.

O partido considera que "a luta dos professores é justa, que não contar o tempo de serviço prestado é roubo e que alterar e limitar administrativamente as notas que cada um tem é falta de éticae de respeito pela dignidade dos professores.

Os governos nacional e regional da Madeira continuam a seguir políticas erráticas, não sustentáveis e sem sentido de futuro, o que manifestamente coloca em causa a própria escola pública.

Uma escola onde aos professores é roubado tempo de serviço, seja a todos – a nível nacional, seja aqueles que por meio das cotas ficam retidos mais um ano em cada escalão como acontece a tantos na Madeira".


0 visualização

コメント


bottom of page