top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Publicada nova estrutura interna da Escola de Hotelaria e Turismo




"Aprofundar a aposta nos cursos profissionais de dupla certificação de nível secundário, de forma a dotar a atual EPHTM com uma maior amplitude de ação formativa e na capacidade de atuação em rede".





Já está publicado o decreto regulamentar regional que regula a organização e a estrutura interna dos serviços da Escola de Hotelaria e Turismo da Madeira, estrutura que regressa este ano para a esfera pública depois de um período na gestão privada.

Com a entrada em vigor do Decreto Legislativo Regional, foi aprovada a criação de uma nova estrutura orgânica para a Escola de Hotelaria e Turismo da Madeira, pretendendo adequar este estabelecimento aos 

novos desafios que se colocam no âmbito do ensino nas áreas do turismo e hotelaria, e visando dar um salto qualitativo face à

reversão da anterior experiência de concessão a uma entidade privada, conforme diretrizes veiculadas nas várias resoluções do 

Conselho de Governo Regional, que a nortearam.

o documento refere a importância de também ter em atenção o Estudo Prospetivo das Qualificações da RAM 2021-2027, o qual identifica como preponderante, a par da formação intermédia de dupla certificação de nível secundário, a necessidade de formação nas áreas de competência associadas a qualificações superiores ou pós-secundárias, na área do turismo e hotelaria. Com efeito, nas conclusões do referido documento orientador propõe-se "Valorizar e suportar apostas na criação ou desenvolvimento de 

centros/escolas de excelência em áreas de qualificação críticas, nomeadamente incentivando e apoiando a atração e a 

cooperação de recursos, suportando programas de capacitação e redes de cooperação [...]", destacando-se como «fundamental uma ativação da qualidade de resposta da Escola de Hotelaria e Turismo».

É insofismável que, não obstante a diversificação da economia madeirense por vários setores, não só assente em setores 

tradicionais, mas igualmente impulsionada por atividades decorrentes da implementação de veículos como a Zona Franca da Madeira, tanto na área financeira como industrial, o turismo é aquele que manifestamente desencadeia um maior aporte de receitas, seja de forma direta ou indireta, à economia da Região Autónoma da Madeira (RAM).

Urge, por isso, aprofundar a aposta nos cursos profissionais de dupla certificação de nível secundário, de forma a dotar a 

atual EPHTM com uma maior amplitude de ação formativa e na capacidade de atuação em rede com instituições de ensino 

pós-secundário e superior.

São órgãos da EHTM:

a) O diretor;

b) O conselho da comunidade educativa (CCE);

c) O conselho pedagógico (CP);

d) O conselho administrativo (CA).

19 visualizações

Comments


bottom of page