Buscar
  • Henrique Correia

Restaurantes e bares já começam a reagir ao meio confinamento na Região


"Não aguentamos mais", dizem em vídeo de alerta. Entretanto, as restrições vão até 12 de abril



https://www.facebook.com/cafedoteatro/videos/895092591347473/


"Não aguentamos mais". É com este alerta que alguns proprietários de bares e restaurantes reagem ao meio confinamento na Madeira. A Região manteve a economia a funcionar, nunca fechou na totalidade, mas a verdade é que o recolher obrigatório a partir das 19 horas de segunda a sexta e das 18 horas aos sábados, domingos e feriados, já está a provocar reações públicas em função do prolongamento das restrições, para já até 12 de abril.

Efetivamente, o Conselho de Governo decidiu prorrogar as medidas de controlo sanitário e de recolhimento obrigatório em vigor até às 23H59 do dia 12 de abril de 2021, com exceção para o regime de ensino em vigor nos níveis de ensino secundário e 3º ciclo, que retomam o ensino presencial a 8 e a 12 de abril de 2021, respetivamente, mediante o cumprimento escrupuloso de um conjunto de medidas de segurança.

Num vídeo publicado nas chamadas redes sociais, a mensagem é clara no sentido de alertar o Governo Regional para a necessidade de rever as medidas, designadamente permitir a abertura dos restaurantes e bares até mais tarde.

A situação é de tal forma grave, do ponto de vista das empresas que o líder da ACIF, Jorge Veiga França, já veio a público avisar que esta situação é prolongar o calvário dos empresários e prejudicar a economia.

13 visualizações