Buscar
  • Henrique Correia

"A Madeira nunca mais foi a mesma, nem eu, nem nenhum Madeirense"


Miguel Albuquerque: "A História contará, por gerações, o que naquele ano de 2010 nos aconteceu a todos. Marcou-nos, de formas diferentes, e ensinou-nos também"



Miguel Albuquerque era presidente da Câmara do Funchal no 20 de fevereiro. Desde 94 que era, ficou até 2013. Passou, por isso, aquele trágico dia de 2010, tal como hoje, um sábado, com uma multiplicidade de sentimentos, com o socorro possível face a um quadro daqueles, impensável. Por isso, tal como muitos madeirenses, diz hoje, passados 11 anos: "Nunca mais fui o mesmo".

Foi este desabafo que publicou, este final de tarde, na sua página do Facebook. Com uma imagem, sua, da época. Num momento em que o presente não deixava ver o futuro.

Hoje, lembra o passado e escreve para evidenciar as forças da recuperação que constituem garantia de futuro:


- 11 anos depois. A memória não apagará. A História contará, por gerações, o que naquele ano de 2010 nos aconteceu a todos. Marcou-nos, de formas diferentes, e ensinou-nos também. Não pretendo petrificar a dor mas fazer perdurar as lições daquele dia, daquele ano, daquele aluvião. A Madeira nunca mais foi a mesma, nem eu, nem nenhum Madeirense. Mas, depois de 2010, ficou uma certeza: não há força, nem empatia, nem sentido de união como os nossos.

10 visualizações