Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque anuncia medidas para estancar focos locais e para "meter na ordem" a noite do Funchal

Presidente do Governo admite um mês de novembro "complicado" pela proibição de viagens por parte do Reino Unido e está preocupado com a transmissão local. Quarta-feira, fala em conferência de imprensa


O presidente do Governo Regional anunciou hoje que vai convocar uma conferência de imprensa, para quarta-feira próxima, 4 de novembro, para anunciar novas medidas de contenção para a Covid-19. E faz um aviso: "Vai ser tudo metido na ordem, referindo-se aos ajuntamentos que ocorreram no último fim de semana na noite do Funchal e para os quais existirão medidas de futuro. "Temos feito um trabalho permanente e é preciso repetir que a Covid não atinge apenas faixas etárias mais altas.

O objetivo do conjunto de medidas, diz o presidente, é "controlar os focos de contágio local", uma reação que tem a ver com os casos recentes de transmissão local dos últimos dias. Na quarta-feira vou falar sobre a situação e anunciar medidas novas. Estamos a fazer um balanço, a fazer a triagem dos casos, para podermos controlar os focos de contágio local".

Albuquerque reconheceu que o mês de novembro "será um mês complicado. O Reino Unido, a partir de quinta-feira, vai proibir as viagens e a Alemanha está em confinamento parcial. Vamos reunir com o setor do Turismo para abordar os apoios para este mês de novembro

O presidente do Governo admite que as medidas que vai anunciar estariam de prevenção, mas os focos locais aceleraram a sua necessidade de implementação. Defende que, a nível do País, o estado de emergência já deveria estar decretado para não sobrecarregar o Serviço Nacional de Saúde.

As declarações de Miguel Albuquerque foram feitas durante uma visita ao Atelier da artista plástica madeirense Teresa Lobo.


26 visualizações