top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Albuquerque espera muito do novo líder da TAP mas espera pouco da companhia


"Agora, não sei que condições terá na TAP, que é uma companhia de fracasso monumental, que derivou de um capricho ideológico".






O presidente do Governo Regional tem a melhor opinião do novo "homem forte" da TAP recrutado na SATA, onde era presidente. Luís Rodrigues vai acumular os cargos de Christine Ourmières-Widener e Manuel Beja, exonerados pelo Governo.

Miguel Albuquerque diz esperar a melhor cooperação com o novo responsável da TAP, sendo que conhece as realidades das ilhas e certamente manterá o relacionamento que lhe reconhecemos. Agora, não sei que condições terá na TAP, que é uma companhia de fracasso monumental, que derivou de um capricho ideológico".

As declarações de Albuquerque foram proferidas durante uma visita à empresa Ilha Peixe, onde enalteceu accapacidade da empresa e a máquina no Aeroporto que facilita as exportações de frescos

"Esta visita aqui prende-se com uma empresa que cresceu, no seu volume de faturação, de 2021 para 2022, 16%! É uma empresa que se tem modernizado. Como o sr. José Ornelas disse, tem 106 postos de trabalho. A tendência é para crescer, no volume de faturação e no produto», começou por salientar o líder madeirense".

7 visualizações

Commenti


bottom of page