Buscar
  • Henrique Correia

Albuquerque garante festas de Natal e Fim de Ano quase normais na Madeira...


...se continuarmos a cumprir, as coisas têm corrido bem, as pessoas têm cumprido, a testagem tem sido um sicesso"




A Europa está com resultados preocupantes relativamente à Covid-19, com números elevados e com a Alemanha a decidir vacinação obrigatória a partir de fevereiro. O continente começa a colocar em causa as festas do fim do ano, o Porto já cancelou inclusive o fogo de artifício. A Madeira, até ver, terá um Natal e Fim do Ano quase normal, com pequenos ajustamentos de apresentação de certificado de vacinação e testes.

Hoje, Miguel Albuquerque garantiu que "se continuarmos a cumprir vamos conseguir realizar a Festa", falando à margem de uma visita realizada à “Farmadeira”..

Albuquerque assegura que a resolução que definiu as novas medidas não será alterada e é de opinião que "as coisas têm corrido muito bem. As pessoas têm cumprido, usado a máscara, cumprido com os preceitos de distanciamento, a testagem tem sido um sucesso. Apesar de, por vezes, haver alguns constrangimentos, sobretudo em algumas horas do dia. Mas, estamos a aumentar o número de postos de testagem...», acrescentou, como se pode ler numa informação publicada nas plataformas digitais.

A mesma informação avança que o líder madeirense "defende ainda que não é necessário avançar para a obrigatoriedade de testes na origem para quem quer viajar para a Região. "Somos uma região turística, 90 e tal por cento dos nossos visitantes chegam cá vacinados, o que significa que temos de ter capacidade de absorção dessas pessoas que movimentam a nossa economia".

Para Miguel Albuquerque, "a prática de quase dois anos diz que fazer a testagem cá não nos traz qualquer problema". "Mantivemos o centro de testagem no Aeroporto, até porque é mais um ativo para que a Região tivesse conseguido passar toda a pandemia com uma imagem extremamente positiva e de segurança junto dos nossos mercados emissores".





6 visualizações