Buscar
  • Henrique Correia

Bispo do Funchal diz que o mundo esquece-se de Deus



"Deus está connosco e quer continuar connosco, apesar de todo aquele esquecimento"


Apenas irão participar na Missa um representante de cada comunidade religiosa presente na nossa diocese


Foi numa mensagem correspondente à Semana do Consagrado de 2021, com as celebrações reduzidas à Missa na Sé do dia 2 de Fevereiro, que o Bispo do Funchal veio dirigir-se aos consagrados que vivem na Diocese referindo que estamos "no meio de um mundo que se esquece de Deus — que se esquece de O escutar; que se esquece de lhe responder; que se esquece da sua vontade".

D. Nuno Brás refere que " a vida de um consagrado é um constante sinal de que Deus está connosco e quer continuar connosco, apesar de todo aquele esquecimento. Deus é fiel ao amor que tem por cada ser humano, e só a resposta a esse amor nos torna verdadeiramente felizes".

O Bispo lembra que "desde o início do povoamento das nossas ilhas que a Madeira e o Porto Santo contam com os consagrados para que o povo que aqui habita possa encontrar Deus presente: um Deus que nos dá coragem para suportar o sofrimento e viver as dificuldades de cabeça erguida; um Deus que abre diante de nós um horizonte de vida eterna; um Deus que faz suas as nossas conquistas e alegrias".

"Quero agradecer o facto de cada um de vós ser hoje este rosto de Deus: os seus olhos, os seus ouvidos, a sua boca, as suas mãos. E quero dizer que, como bispo do Funchal, conto convosco nesta tarefa nunca acabada da evangelização: tarefa que exige de nós, em cada dia que passa, sempre mais empenho e alegria — que exige tudo de cada um".

4 visualizações