Buscar
  • Henrique Correia

Calado promete acabar com cidade fechada tanto tempo para eventos


Domingo há VIII Maratona do Funchal/ XI Meia Maratona e XI Mini Maratona do Funchal’ mas: "Nós não vamos cancelar a prova , mas com muito custo da nossa parte, foi feita uma negociação com a PSP".




Acontece domingo, mas não acontece mais. A interrupção da circulação rodoviária por causa da realização de provas de atletismo, nomeadamente as designadas ‘VIII Maratona do Funchal/ XI Meia Maratona e XI Mini Maratona do Funchal’ que decorrem no próximo Domingo, vai acabar.

O presidente da Câmara Municipal do Funchal garantiu hoje aos munícipes que não vai permitir no futuro a realização deste tipo de eventos no concelho do Funchal, que levem ao “fecho da cidade” durante um horário prolongado, neste caso entre as 08h00 as 15h00.

Numa nota avançada hoje pela Câmara, é referido o que Calado diz: “Ou se faz a prova numa faixa de rodagem e outra faixa fica livre para as pessoas circularem ou então alargar o circuito mas nunca desta forma”, avisa o autarca.

Pedro Calado lembrou que a autarquia do Funchal quando tomou conhecimento da prova, já estava toda a organização montada e os atletas já estavam a ser recebidos no Funchal, sem ter dado ainda autorização, nem licenciamento. “Nós não vamos cancelar a prova , mas com muito custo da nossa parte, foi feita uma negociação com a PSP para se conseguir que as pessoas saíssem de casa, mas regressando depois de terminado o evento”, referiu o autarca.

11 visualizações