Buscar
  • Henrique Correia

Candidatura de Nuno Batista quer mais lugares em estruturas de idosos


Mariana Vasconcelos: "São já várias as famílias que recorrem aos serviços da Segurança Social e à Fundação à procura de uma vaga para os seus idosos".


“O aumento da capacidade de resposta da estrutura residencial para pessoas idosas é uma necessidade urgente identificada pela Fundação Nossa Senhora da Piedade e pela Secretaria Regional da Inclusão Social e Cidadania e é por isso que nos associamos a esta preocupação e defendemos, na nossa candidatura, o aumento do número de vagas nesta instituição”, afirma Mariana Vasconcelos, candidata a vereadora e aposta da coligação “Acredita Porto Santo” para a área da Saúde, na qual tem vasta experiência profissional.

Sublinhando que a população do Porto Santo, à semelhança do que acontece a nível regional, nacional e europeu, está envelhecida e exige, precisamente por isso, uma atenção redobrada, Mariana Vasconcelos reforça que, atualmente, “são já várias as famílias que recorrem aos serviços da Segurança Social e à Fundação à procura de uma vaga para os seus idosos no lar” e chama a atenção para o facto de, “neste momento, o número atual de vagas, vinte e sete, mais uma (sendo esta última a cama de emergência), não ser suficiente para colmatar as necessidades”.

A proposta que a Fundação Nossa Senhora da Piedade já fez, e que a coligação do PSD/CDS, liderada por Nuno Batista, apoia, dada a sua importância para o Porto Santo, passa por transformar a atual colónia de férias, que corresponde à estrutura física situada no rés do chão do Lar de idosos, em estrutura residencial para pessoas idosas, com capacidade para mais 20 camas

2 visualizações