top of page
Buscar
  • Foto do escritorHenrique Correia

Dragagem urgente da entrada da Marina do Funchal




Lançado procedimento concursal para uma operação que deverá durar cerca de três semanas.




A Administração dos Portos da Madeira anunciou hoje que vai lançar, ainda esta semana, um procedimento com caráter de urgência, para a realização da dragagem da entrada da Marina do Funchal, que tem estado condicionada, devido à grande acumulação de materiais na baía portuária, na sequência da depressão Óscar.

Uma nota da APRAM explica que "o elevado caudal da Ribeira de João Gomes arrastou vários inertes que se concentraram sobretudo, na foz da ribeira e na entrada da Marina do Funchal, o que levou o Governo Regional a mobilizar prontamente, na passada terça-feira, várias escavadoras que têm estado a trabalhar diariamente, na retirada do material pétreo (material rochoso, pedras, calhaus), por via terrestre".

Um estudo batimétrico, encomendado pela APRAM e realizado no último fim de semana, concluiu ser fundamental reforçar a operação de dragagem, agora por via marítima.


Apesar de já ter sido retirado um elevado volume de material, de acordo com o mesmo estudo, calcula-se que há ainda cerca de 10 mil m3 para retirar, cuja localização está a condicionar o acesso à Marina do Funchal.

Esta operação deverá durar cerca de três semanas.

A Administração dos Portos da Madeira agradece não só a colaboração crucial do Governo Regional nos trabalhos que tem vindo a realizar desde a passada terça-feira, bem como a compreensão dos utentes e a colaboração da direção da Associação Marina do Funchal. Foram feitos todos os esforços para minimizar as consequências desta situação, decorrente da depressão Óscar que afetou gravemente a Região na passada semana.


8 visualizações

Comments


bottom of page