Buscar
  • Henrique Correia

Feira do Livro do Funchal recebeu 3 mil visitantes

Madalena Nunes: "Encerramos uma semana de atividade literária muito diferente da que estávamos habituados"


A edição especial 2020 da Feira do Livro do Funchal terminou depois de ter recebido, num contexto difícil da pandemia da Covid-19, três mil visitantes, numa edição que teve a participação de 16 livreiros e 20 escritores.

A vereadora com o pelouro da Cultura na Câmara Municipal do Funchal, Madalena Nunes, marcou presença, na Praça do Município, para participar na apresentação do livro "Pintas e Piratas, Detetives de Pata Cheia", de Violante Saramago, e da edição número 2 da revista "Translocal", dois eventos que assinalaram o encerramento desta iniciativa que teve o livro no centro das atenções.

Madalena Nunes referiu que "no dia que celebramos o Dia Internacional dos Direitos da Criança, encerramos uma semana de atividade literária muito diferente da que estávamos habituados, mas que, apesar de todas as condicionantes do momento que vivemos, conseguiu reunir a participação de 16 livreiros, 20 escritores, e recebeu mais de 3 mil visitantes."

Ao longo dos sete dias de Feira que decorreu sob o mote "Livros e Direitos, foram apresentados 17 livros e realizadas 10 atividades direcionadas ao público infantojuvenil. Dos vários lançamentos, sete foram apoiados ou editados pela Câmara Municipal do Funchal, dando seguimento ao investimento municipal de apoio à criação literária. Foram dinamizadas, igualmente, cerca de 8 animações de rua.


3 visualizações