Buscar
  • Henrique Correia

Funchal recupera bairros com 180 mil euros



Miguel Gouveia: "Não importa apenas construir novo, mas necessariamente cuidar do que já existe e garantir as melhores condições de habitabilidade possíveis aos utentes dos nossos bairros"


A Câmara Municipal do Funchal anunciou a adjudicação, este mês, de uma empreitada de manutenção dos bairros sociais da Autarquia durante o ano de 2021, por um valor que ascende a 180 mil euros. As intervenções previstas destinam-se essencialmente a reparações em moradias e os conjuntos habitacionais a serem beneficiados em caso de necessidade representam um total de 1183 fogos a cargo da Autarquia.

Numa nota da Autarquia, o presidente Miguel Silva Gouveia explica que estes são “investimentos constantes e intencionais, com vista a manter-se a qualidade habitacional nos vários empreendimentos sociais da CMF, geridos pela empresa municipal SocioHabitaFunchal. Não importa apenas construir novo, mas necessariamente cuidar do que já existe e garantir as melhores condições de habitabilidade possíveis aos utentes dos nossos bairros. Essa é uma preocupação que temos conservado desde que o atual Executivo se encontra em funções.”

O autarca sublinha que “ao longo do corrente mandato, a Habitação Social tem tido uma preponderância específica na ação camarária, evidenciando-se, para além das empreitadas anuais da manutenção, a histórica conclusão do projeto Amianto Zero, no final do ano passado, que erradicou o amianto ainda existente no parque habitacional do Município, com a construção de 66 novos fogos, na Quinta Falcão, em Santo António, e nos Viveiros, em São Pedro, num investimento global de cerca de 5 milhões de euros.”


1 visualização